29 dezembro, 2014

Divino é se relacionar

A minha dificuldade é comum como a de qualquer pessoa normal, que quer ser amado: a impertinente dificuldade de me relacionar com o próximo. Ainda que falem, que pensem, que julguem, eu sei que se existe um deus pleno, ele com toda certeza sabe o que se passa no meu calmo coração. E entende que, não a escuridão em mim e se há, existe luz também.
Do meu jeito, errado talvez para alguns tantos, eu sou sentimentos. Pulso de amor e me encolho completamente com hostilidade, e sou absolutamente ciente do meu amor próprio. Pois, aprendi com alguns deslizes que se não és capaz de amar a si mesmo, não poderia entregar todo o seu coração a ninguém.
É necessário se reconhecer, saber o que quer, saber o que deve melhorar e superar.. Por isso defendo: te ame. Se importe consigo porque isso não é crime, brigue pelo o que te entristece, fale o que sente e seja a sua mudança. Para que possa entender as pessoas ao seu redor, para que possa se colocar no lugar de sua mãe ou primo, e ter a mínima idéia do quanto cada um carrega em si, olhe pra dentro e olhe ao redor.
Embora eu faça uma idéia do que é necessário para me relacionar bem, ainda me faltava algo. Talvez, eu esperava demais e fazia de menos, ou possivelmente o contrário. Certo dia, cansei. Inevitavelmente cansei. Tenho dito que; não a nada mais tranqüilizador do que aceitar o outro, do que se moldar para aquilo que desgostamos em nome do que amamos. Me tatuaram a força a frase cretina "Tudo tem um preço", e compreendi que com certeza não a atraso no pagamento desta fatura.
O mundo é a forma que você vê, e se tudo que você puder ver for defeitos e desafetos, tudo sempre será mais cinza. Cada um tem o inferno que merece, e cabe a qualquer tolo mudar sua posição na vida, se a sua dificuldade é se relacionar, veja nesse inferno um paraíso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, Elogie, dê dicas, critique, fique á vontade, toda ajuda é bem-vinda!