15 fevereiro, 2013

Deus, fé e outros desertos.

Eu não acredito no deus que as pessoas idealizam. Nem nas religiões, e não concordo com o poder que a religião tem sobre a sociedade antiga, atual e ainda que será, futura. Paradoxo ou não, também não acredito em quem diz com plena certeza que deus não existe. E nem sei se tenho cacife para crer.
Não levo a bíblia como uma seriedade, admito que é interessante,  li e vivi na pele o que chamam "estar em comunhão com deus" seja lá qual ele for e o que vi na época; fato é que não sei se é verdadeira as transcrições da bíblianão tenho como saber. 
Tenho fé, MUITA alias, é visível em mim, fé no eu, no amor, fé na força de vontade, na luz de todas as manhas que me despertam, na minha força interior que se expande através dos meus olhos, e no poder que isso tem sobre o universo que eu idealizo e quero que se concretize, nos ideais, fé no meu próprio centro do mundo, em mim, na solidão sóbria de saber que nesta paisagem interna e subvertida, só eu me escuto e me resolvo por enquanto. Tenho fé na existência de cada alma, unica e essencial. Ter fé é diferente de ter religião.
Acho o ateísmo tão dogmático quanto o teísmo, afirmam existir um deus e não afirmam com a mesma petulância. Quem sou eu pra achar alguma coisa? Quem és tu, demasiado humano pra ter o poder de afirmar? não posso e não vou. Não nego que possa existir, mas; também não afirmo, como dizia o filosofo  "Só sei que nada sei" e acrescento mais; posso ate ser covarde e comoda, mas tenho certeza que quando se vê as coisas de fora, a visão é amplificada, ou talvez pra alguns; só confusa demais. Verdade é que pensei e vou pensar durante a minha vida inteira, sobre.
O pouco que vi sobre o agnosticismo, percebi; que ate pra se rotular de algo assim é preciso queimar os rótulos, não se denominar. E assim faço.
Eu acredito na verdade do agora, na verdade dessa vida que é  uma, na verdade simples que assim como o tempo, não tem começo e nem fim. E nem ninguém o controlando. Iludida mesmo, é a religião que pensa ser o relógio do tempo. 
Eu creio em cabeças abertas o suficiente pra ver que ninguém é dono de nenhuma verdade, e que essa verdade, pode nem ser védica. Tudo apenas existe pra nós.

Mas pensando bem, será que existe mesmo o "não existir" ?! no fim, ninguém sabe de nada.


2 comentários:

  1. Thamires li seu artigo e está de parabéns, muito bem colocada as palavras, eu também não acredito na religião, ela é criada por homens, a religião só causa divisão na sociedade e concordo com vossas palavras, gostaria que entrasse em meu blog e lesse um artigo que eu falo da religião e falo também da existência de Deus ou não, se quiser acompanhar meus pensamento segue o blog: www.fernandogmaciel@blogspot.com , já me tornei um seguidor do seu blog... bjos e sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Muitas vezes é difícil expressar o que penso de uma forma que todos possam compreender e não ver como um monte de palavras simplesmente amontoadas. Li seu artigo e também gostei muito, meus parabéns! Já me tornei seguidora do seu blog. Sucesso pra ti também!

      Excluir

Deixe o seu comentário, Elogie, dê dicas, critique, fique á vontade, toda ajuda é bem-vinda!